Marcus: um restaurante intimista em Washigton DC projetado por Parts and Labor Design - EYE4DESIGN Marcus: um restaurante intimista em Washigton DC projetado por Parts and Labor Design - EYE4DESIGN
29-09-2017

Marcus: um restaurante intimista em Washigton DC projetado por Parts and Labor Design

Os Estados Unidos, assim como o Brasil, é um país composto por um mix de pessoas que vieram de países totalmente diferentes. E os africanos tiveram uma importância impar na construção cultural dos Estados Unidos, e com essa influência, os arquitetos da Parts and Labor Design projetaram os interiores do “Marcus”, o primeiro restaurante do Chef Marcus Samuelsson na região cosmopolita de Washigton DC.

Com aproximadamente 5700 metros quadrados, o estabelecimento abriu em dezembro de 2016 e promove uma integração entre o bar, sala de jantar principal, cozinha central aberta e um lounge ideal para escutar música ao vivo. Os interiores seguem sempre misturando tendências africanas e norte-americanas.

Atravessando as portas de madeira antiga e de madeira do conservatório, os clientes são bem-vindos no salão da frente, que apresenta uma bússola rosa no chão. Isso leva ao chão de madeira do tabuleiro do restaurante e em direção aos tons profundos do bar de 21 assentos, inspirador de bistrô e atraente. As telhas de chevron bege, marrom e preto no chão cercam a barra de madeira em forma de u e continuam na própria barra onde as listras pretas do chevron se refletem no preto do pilar, nas pernas de suas fezes altas e mais surpreendentemente os eixos de madeira pendurados acima.

Já o principal ambiente do restaurante tem cerca de 84 lugares, e é considerado um ambiente ao mesmo tempo íntimo e com um clima relaxante. Com cabines estofadas e cadeiras em tons de âmbar, azul e bege, bem como uma infinidade de mesas de diferentes alturas e estilos, o ambiente consegue fazer a fusão perfeita de todas as coisas da costa leste da América com a costa leste da África.

A cozinha central  e o bar cru possuem tetos de madeira artesanalmente adornados com moinhos coloniais antiquados, em última instância, todos os toques especiais que tornam Marcus tão acolhedor e um “lar longe de casa” para cada patrono que atravessa suas amplas portas. Os arquitetos conseguiram unir as tendencias afro-americanas mas que conseguem dar um clima intimista ideal para quem está disposto a ter uma excelente refeição ou apenas tomar um bom drinque na capital norte americana. Continue ligado no E4D, por aqui a arquitetura e o design sempre estão a serviço do seu estilo de vida!

Por: Time de Redação

TOPO

ASSINE NOSSA NEWSLETTER