Últimos dias da exposição de Toulouse-Lautrec no Masp - EYE4DESIGN Últimos dias da exposição de Toulouse-Lautrec no Masp - EYE4DESIGN
28-09-2017

Últimos dias da exposição de Toulouse-Lautrec no Masp

“These Ladies in the Dining Room”

Toda quinta-feira no E4D o nosso Time de Redação fará uma agenda cultural, com o melhor das exposições. E para abrir esse espaço, vamos dar uma dica imperdivel: os últimos dias da “Toulouse-Lautrec em Vermelho”, no MASP. Henri de Toulouse-Lautrec (1864-1901) foi um dos artistas europeus mais importantes da virada do século XIX para o século XX, momento decisivo para a arte moderna e palco para as transformações políticas, econômicas e sociais que até hoje marcam a vida nas cidades. O Museu de Arte de São Paulo apresenta a mais ampla exposição dedicada ao artista no Brasil, abraçando toda a sua produção, desde os primeiros anos, na década de 1880, até o fim de sua vida. São cerca de  75 obras e 50 documentos presentes na exposição.

“Rolande”

 “Toulouse-Lautrec em vermelho”  faz alusão ao salão de entrada de um luxuoso bordel parisiense, que o artista frequentou na década de 1890 e onde criou uma relação de amizade com as mulheres que ali trabalhavam.  A mostra traz uma profusão de personagens como burgueses, boêmios, trabalhadores, dançarinas e artistas que conviviam em Paris e que fizeram parte do círculo afetivo e artístico do artista.

“Le Moulin de la Galette”

A exposição se divide em cinco núcleos.  Começando pelo mundo das “maison closes”, ou melhor, “casas fechadas”onde demonstram  o carinho e a simpatia do pintor em relação às mulheres retratadas, daquele tipo de estabelecimento onde exala a boêmia francesa. O segundo núcleo da exposição reúne outras representações de mulheres, algo a que o artista dedicou especial atenção, reunindo lavadeiras, modelos de ateliê, burguesas e nobres, e assim evidenciando ou questionando seu papel social, mostra que Toulouse-Lautrec pouco se interessava se era uma dançarina ou nobre, ele queria retratar as mulheres.  Já o terceiro núcleo  é dedicado a retratos masculinos. Ao contrário do que ocorre nas representações femininas, conhecemos os nomes de todos os homens na pinturas de Toulouse-Lautrec que foram incluídas na exposição, um sintoma eloquente da discriminação entre homens e mulheres e do papel que cada um exerce na sociedade, na história e na cultura visual. Já os quarto e quinto núcleos trazem representações da vida noturna evidenciando a boêmia típica de Paris.

“O divã”

“Toulouse-Lautrec em vermelho” apresenta também uma seleção de 50 documentos, entre cartas, bilhetes, telegramas e fotografias do artista e de seu círculo, que constituem uma memória viva daquela época. A mostra fica em cartaz no museu até domingo, dia 01 de outubro, isso quer dizer, ela está em sua reta final. Você com certeza não vai deixar de ir até ao MASP, um dos cartões postais do cenário cultural da cidade de São Paulo. A exposição está em cartaz das 10h às 20h. E os ingressos estão em torno de R$ 30,00, e R$ 15,00 a meia. Continue ligado no E4D, por aqui a arquitetura, design e as artes sempre estão a serviço do seu estilo de vida!

“Cartaz para show da dançarina de can-can Jane Avril”

Por: Time de Redação

TOPO

ASSINE NOSSA NEWSLETTER