Carol Gay fala sobre carreira e muito mais para o E4D - EYE4DESIGN Carol Gay fala sobre carreira e muito mais para o E4D - EYE4DESIGN
30-06-2017

Carol Gay fala sobre carreira e muito mais para o E4D

Carol Gay é um nome com bastante relevância no segmento do design e da arquitetura. E ela topou bater um papo com a nossa equipe para falar um pouco de seus projetos, carreiras e tantas outras curiosidades. Segue abaixo o nosso bate papo em que Carol fala tudo sobre sua carreira, projetos futuros e muito mais!

 

1) Glass Work é uma coleção sua que evidencia o vidro em várias facetas. Como funciona o seu processo de trabalho?

A experimentação de novos materiais e o processo de criação são bases do desenvolvimento dos projetos. O vidro é um material muito plástico e surpreendente. Ele vai se moldando no calor. Gosto de trabalhar com peças feitas em série mas de modo com que cada peça seja única. Ou seja transmuto o uso do molde, que é quem dá forma à peça. Também faço provocações durante o processo. Esboço uma ideia, produzo o molde e provoco o artesão a testar novas formas de soprar. Seja ela em cima de moldes, seja tentando técnicas novas ou utilizando novas ferramentas. Nunca desisto.Gosto de testar todas as possibilidades até encontrar um caminho. É um material fascinante para se trabalhar.

2) Os elementos que você usa nas suas criações são muitas vezes objetos do dia a dia transformados em peças lindas de design. Conte-nos um pouco sobre isso? 

No meu dia a dia vou ‘guardando’ o que desperta meu olhar pelas ruas através de fotos,anotações,desenhos.Sempre investigando e experimentando novos materiais, conceitos e técnicas. Lembranças da minha infância sempre vem a tona, despertando novas ideias.

A cidade de São Paulo, onde moro e nasci, me instiga. Estar nas ruas, presenciando a atitude das pessoas e a criatividade do povo brasileiro em encontrar soluções para suas necessidades me ajuda a refletir. A cultura brasileira é uma fonte de inspiração constante.O trabalho manual é uma característica forte do Brasil e que gosto de valorizar. As viagens pelo mundo além de inspirar, me ajudam a criar um distanciamento com minhas referências diretas e assim evoluir nas minhas ideias.

Despertar o olhar para os objetos do dia-a-dia e sua transmutação e a busca constante de novos materiais são o conceito principal do meu trabalho. O resultado são objetos que se comunicam. Acredito que a memória afetiva me faz aproximar das pessoas, porém subjetivamente. Acho importante instigar os 5 sentidos além de fazê-las refletir sobre outras questões como o reuso, sustentabilidade e instigar a criação.

BOLA CANELADO. Crédito: Marcos Cimardi

3) Você tem trabalhos tanto como arquiteta como designer, como você enxerga a sinergia entre os dois? Os processos se fundem? 

Acredito que as duas caminham juntas, pois uma complementa a outra.Posso usar meus produtos nos projetos e utilizar experimentações de materiais para criar os espaços. É uma questão de escala. A formação em arquitetura foi essencial no meu processo para poder atuar nas duas profissões. Já o design aprendi com os irmãos Campana e na TokStok. Foram experiências valiosíssimas.

4) O que gosta de fazer nas horas vagas?

Me divertir, dançar, praticar esportes(corrida, bike, yoga, pilates), sair com amigos e com a família. E viajar muito!

5) Quais são as novidades envolvendo Carol Gay que você pode adiantar para os leitores do E4D?

Vou lançar uma linha de revestimentos, luminárias com lojas do setor, novas peças em vidro. Participar da Paralela que acontece em Junho , da MADE e High design em Agosto.

7) Quais 3 musicas não podem faltar na sua playlist?

Get lucky – Daft punk

Take five – Dave Brubeck

Miss Kittin 4/4 set at W Amsterdam

Vaso Twist. Crédito: Luana Parra

 

Mais informações da Carol Gay, só ir ao site dela: www.carolgay.com.br

Por: Time de Redação

TOPO

ASSINE NOSSA NEWSLETTER