Artista Tec intervém no asfalto e utiliza drone para registrar seus trabalhos - EYE4DESIGN Artista Tec intervém no asfalto e utiliza drone para registrar seus trabalhos - EYE4DESIGN
08-06-2015

Artista Tec intervém no asfalto e utiliza drone para registrar seus trabalhos

pipa-03low-(1)950

Expoentes da arte de rua, o artista plástico Tec realiza mais uma de suas intervenções sobre o asfalto, agora no bairro Americanópolis, em São Paulo. “Estava a procura de ladeiras na capital paulista, quando um amigo falou sobre esse bairro. A geografia do lugar era ideal para este tipo de trabalho que tem como suporte o asfalto. As ladeiras eram muito íngremes e extensas”.

O artista argentino, que já desenhou um homem gigante na av. paulista, uma lagartixa e um ratão em Perdizes, entre outros bichos espalhados pela a cidade,  desta vez faz uso da imagem de uma pipa. “É hábito empinar pipa naquele bairro. E, além de fazer parte da paisagem do local, soltar pipa é uma das atividades de lazer mais praticadas por lá, sobretudo pela criançada”.  Ao todo são três pipas gigantes, localizadas em subidas distintas do bairro.

Tec sempre utilizou diferentes linguagens artísticas para mostrar as etapas de criação de seus trabalhos. E a fotografia passou a ter um papel fundamental neste processo. Desde 2004, ele trabalha com fotos aéreas para capturar suas intervenções nas vias públicas e, desta forma, evidencia conceitos de perspectivas e ilusões de profundidade. Desta vez, Tec inova e se apropria da mais alta tecnologia para realizar seus registros: o drone. “Há tempos estou de olho nesta aeronave não tripulada. Essa nova ferramenta tecnológica permite ao ser humano observar paisagens em diferentes perspectivas”.

pipa-02low-950(1)

Em parceria com a empresa Avant Dones, de Bruno Teles e Rodrigo Osorio, Tec fez um filme mostrando os desenhos em formato de pipa. “É uma nova maneira de ver minhas figuras no chão. Visto de cima os desenhos ganham novos contornos”, conta o artista que já pode ser considerado um dos pioneiros em misturar arte com a tecnologia do drone.

Intitulado Projeto Pipa, Tec apresentou o trabalho na Choque-Centro, espaço da galeria Choque Cultural, localizada no edifício Farol. Com curadoria de Paulo Portella Filho, ex-coordenador do Serviço Educativo do Masp, a exposição contou com as filmagens produzidas pelo drone, uma série de fotografias das pipas e um documentário sobre o processo de trabalho realizado em Americanópolis.

pipa-01low-950(1)
fotos divulgação

TOPO

ASSINE NOSSA NEWSLETTER