15a edição da Bienal de Arquitetura de Veneza - EYE4DESIGN 15a edição da Bienal de Arquitetura de Veneza - EYE4DESIGN
01-06-2016

15a edição da Bienal de Arquitetura de Veneza

Pavilhão de Cingapura da Bienal de Veneza
Pavilhão de Cingapura da Bienal de Veneza

No último dia 28, começou a 15a edição da Bienal de Arquitetura de Veneza. O evento que tem uma importância crucial ao segmento fica em cartaz praticamente esse ano todo de 2016, finalizando apenas no dia 27 de novembro. Com curadoria de Alejandro Aravena, vencedor do Premio Pritzker de 2016, essa edição da bienal vem com o tema: “Relatos do Front” (‘Reporting from the front’). Onde a arquitetura pode ser um instrumento para melhorar as desigualdades sociais do mundo.

Pavilhão de Chicago
Pavilhão de Chicago

Os organizadores afirmaram que estão muito mais interessados no reconhecimento de que a arquitetura é útil para catalisar a criação de bens públicos, do que como manifestação de um estilo formal. A Bienal vai envolver um grande numero de reunidos com arquitetos e lideres do segmento, em que o futuro do segmento será debatido.

Pavilhão do Japão
Pavilhão do Japão

Em paralelo com a bienal, que contará com arquitetos de vários países, haverá 63 exposições em pavilhões representando inúmeros países, como Brasil. O Pavilhão do Brasil, nessa edição, reúne quinze projetos e iniciativas de diferentes regiões do nosso pais. Os quinze projetos do pavilhão do nosso país, tiveram curadoria de Washington Fajardo. Todos tem algo em comum, são projetos que tem um cunho social, em que são instrumentos de vida social e politica. Nós, do E4D, falamos mais detalhadamente, e você pode ler clicando aqui.

Conjunto Habitacional do Jardim Edite, um dos projetos apresentados no Pavilhão do Brasil
Conjunto Habitacional do Jardim Edite, um dos projetos apresentados no Pavilhão do Brasil

Já que falamos no Brasil, o arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha, recebeu o prêmio Leão de Ouro, por  sua trajetória profissional (“Life Achievement”). O Conselho de diretores da La Biennale di Venezia decidiu homenagear o arquiteto por sua eternidade em seus trabalhos. O Conselho ainda afirmou que o papel que ele desempenhou  para muitos arquitetos de outras gerações tanto no Brasil, como na América Latina, é de uma pessoa capaz de unir esforços compartilhados e coletivos, bem como alguém capaz de atrair outros para a causa de um melhor ambiente construído.

paulo-mendes-da-rocha2
Paulo Mendes da Rocha

Ainda estarão expostos mais três pavilhões para “Projetos Especiais”. O primeiro está sendo promovido pela própria Bienal, já os outros dois são parceiras com outras instituições. O Forte Marghera Project Reporting, tem curadoria de Stefano Recalcati, de Mestre, Veneza. O pavilhão vai analisar projetos de reconstruções industrias, contribuindo para o debate sobre a mudança de uso do Porto Marghera. Ainda tem o de Londres, Vitoria and Albert Museum, que vão ver o pavilhão de artes aplicadas, e uma exposição comissionaria por Brendan Cormier.

Gabinete de Arquitetura - Solano Benitez
Gabinete de Arquitetura – Solano Benitez

TOPO

ASSINE NOSSA NEWSLETTER